23 março De volta às passarelas

Alex Cavalcanti

Depois de um hiato de quase dez anos, Alex Cavalcanti está de volta ao universo fashion. Ele, que começou a carreira aos 17 anos após ser descoberto em um concurso nacional pela lendária agência Elite, assinou contrato com a Rank Model, uma das principais assessorias de modelos do país. Tendo trabalhado tanto em eventos de alcance local, como o saudoso Paraíba Fashion Week quanto nacional, como a Semana de Moda de São Paulo (SPFW) Alex encara com otimismo esse retorno ao mercado.“Depois de alguns anos trabalhando por trás das câmeras, desenvolvi um olhar mais completo sobre o mercado, que hoje está mais conectado em celebrar as diferenças e a autenticidade”, contou. Durante cinco anos Alex foi um dos responsáveis pela Voilà, uma das principais publicações impressas e on-line nos segmentos de moda e lifestyle na Paraíba.

Na capital fashion do país, Alex concilia os castings e atividades habituais do dia a dia de modelo com a rotina de pesquisa e estudo necessárias para a carreira de escritor, que ele mantém em paralelo há 3 anos, já tendo participado de concursos literários nacionais e internacionais. Assessorado por uma das principais agências do país, ele esperar destaque também no mercado publicitário e de moda.

 

 

Sobre a Rank Model

Sediada no sul do país, a Rank atua há cinco anos na gestão e assessoria de carreira de modelos, atores e digital influencers brasileiros dentro e fora do país. Atualmente com um casting de mais de 8.000 profissionais, à agência tem um trabalho inovador, atuando quase totalmente on-line e na sua cartela de clientes nomes como a Netflix Brasil, dentre outras empresas referência em setores de moda e beleza. Tendo os seus agenciados em algumas das principais campanhas publicitárias do país, os modelos da Rank também brilham nas principais passarelas nacionais e internacionais.

18 março Ator paraibano Itamê Júnior na Globo

Itamê Júnior

O ator paraibano Itamê Júnior estará no retorno da novela Salve-se Quem Puder, na TV Globo, a qual voltará ao ar no dia 22 de março, no horário das 19h30. O personagem dele, Paulo, chegou a aparecer na primeira fase do folhetim do horário das sete, antes da pausa nas gravações por causa da pandemia do coronavírus. Com a reprise dos capítulos anteriores, será possível rever a aparição do ator ao lado de Beth Faria e Ary Fontoura, que interpretam seus pais ‘na novela dentro da novela’. É que Itamê interpreta um personagem de uma ficção dentro de Salve-se Quem Puder.

 

Mas Itamê vai além. Ele também poderá ser visto na série do Globoplay, O Anjo de Hamburgo, na qual interpreta um soldado nazista. A obra conta a história de Aracy de Carvalho, uma brasileira que salvou a vida de centenas de judeus na Alemanha durante a 2ª Guerra Mundial. Entre as estrelas que fazem parte do elenco estão Sophie Charlotte, Rodrigo Lombardi e Tarcísio Filho. Para interpretar o novo personagem, Itamê garante que está estudando a cultura alemã e já mudou o visual.

 

[Fonte: ClickPB]

13 março Comemoração surpresa

Matheus Dore e Beatriz Ribeiro Coutinho

O potiguar Matheus Dore recebeu uma surpresa da sua namorada Beatriz Ribeiro Coutinho na noite desta sexta-feira para comemorar o seu aniversário com um jantar na sua residência ao redor dos familiares. Só alegria!

13 março Selo eletrônico EcoTribe celebra uma década com live com 12 horas de duração

DJ FMenezs

O selo pernambucano de música eletrônica, EcoTribe, garantirá 10 horas de batidas na LIVE comemorativa que acontece, no próximo dia 27 de março, a partir das 14h. O evento será transmitido no canal oficial da marca no Youtube e celebra os 10 anos de existência.

 

O line up, com 12 horas de duração, contará com 10 DJ ‘s que seguirão as vertentes do techno ao psy trance, agradando todo tipo de público que curte o estilo musical. Cada um tocará por uma hora. Formam o line up: FMenezs (PE), John Axe (PE), Pateta (PE), Dry Groove (PE), At Ohm (PE), Knuckles (PE), Muribi (PB), Frenetic (PB), E.Mind (PB) e Triplo X (AL).

 

O projeto tem patrocínio da Lei Aldir Blanc para ajuda aos profissionais de eventos como DJs, produtores e toda cadeira produtiva envolvida no projeto.

 

Antes da pandemia, a EcoTribe girava o Estado com eventos open air, em destaque no Litoral, mas já com edições no Recife.

 

Os organizadores pedem que os interessados ativem o lembrete e se inscrevem no canal da marca no You Tube:

https://www.youtube.com/c/EcoTribe/

09 março Dicas da Netflix por Bianca Soares

Bianca Soares

Todos presentes na Netflix

 

Filmes
1- Loucuras de amor
2- Obsessiva
3- Um olhar do paraíso
4- A sentinela
5- Ilha do medo

 

Séries
1- Nada Ortodoxa
2- Areia Movediça
3- Bridgerton
4- Lupin
5- Inacreditável

 

Documentários
1- O caso Gabriel Fernandez
2- O povo contra O.J. Simpson
3- 60 days in
4- Cenas de um Homicídio: Uma família vizinha
5- Por dentro das prisões mais severas do mundo

08 março Stepan Nercessian lança o livro Garimpo de almas – editora Tordesilhas

Atrizes e atores possuem, talvez, mais vidas em si do que qualquer um de nós.

Transformam-se em instrumentos e levam vidas destinadas a abrigar experiências daqueles que, muitas das vezes, sequer existem – personagens são criações com origem em muitos seres, formados a partir de memórias, imagens e ideias. Uma amálgama humana, em que um homem comporta cem. É partindo dessa experiência de múltiplas vidas e vozes que Stepan Nercessian, premiado artista e ator brasileiro, conhecido por trabalhos para a televisão e cinema, se lança em outra forma de contar histórias: a narrativa de ficção.

 

Publicado pela editora Tordesilhas Livros Garimpo de almas é um livro de prosa experimental no qual a poesia, a memória e um olhar elegantemente desprendido do ego imperam, como o olhar que só se pode conferir à vida em nossos últimos dias. No romance, um homem é abalado pela dura imposição do tempo sobre sua estada no mundo, criando contraste entre o que foi e o que é. Nessa desilusão derradeira, Nercessian constrói um personagem real, que poderia ser qualquer um de nós.

 

Em sua carreira de anos como ator, Stepan Nercessian conquistou a maestria sobre seu ofício e o reconhecimento do público e da crítica, tendo recebido o Grande Prêmio do Cinema Brasileiro na categoria de Melhor Ator em 2019 por seu trabalho interpretando o personagem principal no longa de Andrucha Waddington, Chacrinha: O Velho Guerreiro (2018).

 

Agora, em Garimpo de almas, Nercessian leva a mesma maestria ao construir vidas para o texto, fazendo das palavras e da literatura sua nova ferramenta e campo de estudo para viver vidas para além de si.

 

“A mente do escritor Stepan Nercessian é, antes de tudo, uma mente brasileira de colonização carioca, capaz de rir do que lhe faz mal, como nossos melhores sambistas, chargistas e escritores. O movimento do nosso autor pode ter duas direções distintas, sempre com as mesmas consequências – ou ele parte de uma desgraceira danada para rir-se dela, ou começa rindo da realidade banal para depois elevá-la a tragédia.” – CACÁ DIEGUES

 

Stepan Nercessian nasceu em 02 de dezembro de 1953, em Goiás. Filho de Karabet Nercessian, armênio, e dona Luiza Nercessian, cearense. Tem quatro irmãs, Armenia, Hayni, Anita e Celina. Casado com Desireé Nercessian, mora no Rio de Janeiro e tem mais de 50 anos de atuação nas artes. Premiado por suas atuações no cinema, na televisão e com passagens marcantes pelo teatro, Stepan também trabalhou como revisor e repórter no Jornal Cinco de Março, em Goiânia. Agora dedicado à literatura, promete outras obras após sua estreia com Garimpo de almas.

 

“Devemos ser gratos aos que realizam nossos sonhos e gratíssimos aos que sonham por nós, que nos ensinam a sonhar.”

 

Sobre Tordesilhas

Ampliar sua atuação em outros segmentos do mercado, com ênfase nos gêneros de não ficção mais valorizados pelos leitores brasileiros, como biografias, memórias e livros de reportagem. Esse é o objetivo do selo Tordesilhas em sua nova etapa. O apuro na produção dos títulos continua sendo marca registrada do selo, assim como seu compromisso com o rigor das edições e da busca por autores renomados. Além dos clássicos, revisitados com criatividade, estão no radar da nova Tordesilhas escritores nacionais e internacionais que investiguem temas contemporâneos, capazes de nos ajudar a compreender mutações aceleradas do mundo no início do século 21.

01 março Destaque

Michelle Ramalho

Mais uma grande conquista da Nova Arbitragem Paraibana, o árbitro do quadro da CEAF-PB, Wagner Reway, foi escolhido, no Prêmio Brasileirão 2020, melhor Árbitro de Vídeo. A solenidade aconteceu na sede da CBF, Rio de Janeiro, na noite desta sexta-feira (26) e reuniu os melhores do Campeonato Brasileiro.

 

A eleição dos melhores árbitros foi definida pelos critérios técnicos de qualidade da Comissão de Arbitragem da CBF, comandada por Leonardo Gaciba.

 

A Presidente, Michelle Ramalho, parabenizou o árbitro Wagner Reway pela dedicação e frisou que esse prêmio ilustre é fruto de um trabalho árduo no futebol. E que a FPF está muito orgulhosa e feliz com o reconhecimento do árbitro nacionalmente e, também, afirmou que deseja que além de, Wagner Reway, muitos outros obtenha grande sucesso na carreira profissional.

 

De acordo com Arthur Alves, presidente da CEAF-PB, Wagner Reway é um exemplo para todos os árbitros e que está muito orgulhoso e emocionado pois esse prêmio é a realização de um sonho.

25 fevereiro Programa FARO chega à rádio Nova Brasil FM e se firma como um dos principais espaços dedicados à  música brasileira contemporânea no dial nacional

Propor um olhar mais atento às novidades da música brasileira: esta é a proposta seguida pelo programa FARO há 13 anos. Apresentada pela jornalista Fabiane Pereira, a atração nascida na extinta MPB FM passou pela SulAmérica Paradiso, pela MOOD FM  (todas no dial carioca) e, agora, ganha uma nova casa. A partir do dia 25 de fevereiro, quinta-feira, às 22h, o FARO  passa a fazer parte da programação da Nova Brasil FM – uma das principais emissoras de rádio dedicadas à produção nacional.

 

Semanalmente, Fabiane Pereira receberá artistas para entrevistas, sendo Letícia Novaes, mais conhecida como Letrux, a participação confirmada para a estreia.

 

Fruto de uma curiosidade aguçada e da intenção de virar o holofote para nomes que muitas vezes ficam à margem de espaços mainstream, o FARO tem como premissa a democratização do universo radiofônico, comprometendo-se a apresentar aos ouvintes novos sons. Por lá, a apresentadora já recebeu de Criolo a Emicida, passando por Céu. A cantora paulista, inclusive, integra o time de artistas que irão passar pelo programa em março, ela é a entrevistada do dia 11. A lista dos primeiros convidados ainda traz Russo Passapusso, no dia 4, Criolo, no dia 18, e Johnny Hooker encerrando esse primeiro ciclo, no dia 25.

 

“Estou feliz em ocupar um espaço radiofônico com tanta tradição na promoção da música brasileira e colaborar com a rádio na renovação da sua programação”, diz Fabiane. “O rádio é um dos principais veículos de comunicação, ele chega em lugares que, muitas vezes, nem a internet nem a TV chegam. É fundamental que o rádio abrace a nova produção musical contemporânea e o FARO faz esse papel de conectar sonoridades e lugares diferentes. E agora amplificaremos isso com a audiência e o prestígio da Nova Brasil FM”, destaca.

 

A renovação mencionada pela jornalista acontece desde abril de 2020, quando a programação artística da rádio Nova Brasil FM passou a ser gerenciada por Luciano Gomes. Marca que há 20 anos aposta na música brasileira como patrimônio imaterial do país e privilegia a cultura nacional em seus conteúdos e produtos, a rádio fala com mais de 3 milhões de pessoas por mês através do dial, das plataformas digitais, ativações, eventos e streaming. A Nova Brasil está presente em 11 praças: São Paulo (89,7), Rio de Janeiro (89,5), Recife (94,3), Salvador (104,7), Brasília (97,5), Campinas (103,7), Araçatuba (95,5), Ribeirão Preto (91,3), Fortaleza (106,5), Maceió (106,5) e Aracaju (93,5) alcançando mais de 400 cidades brasileiras.

 

 

 

19 fevereiro

Romero Ferro lança versão acústica de “E Se Não Era Amor” com participação de Duda Brack

Romero Ferro lançou “E Se Não Era Amor” em outubro de 2020, o single marcou sua estreia como artista do selo Milk Music além de ter sido o primeiro material inédito depois do ciclo de trabalho do CD “FERRO”. Agora a música ganha nova roupagem e participação de Duda Brack, que promete dar ainda mais destaque à sensibilidade e visceralidade presentes na obra.

 

O cantor e compositor pernambucano afirmou que o processo de fazer uma versão acústica para “E Se Não Era Amor” veio da vontade de mostrá-la despida, ela por ela mesma. A canção nasceu na pandemia, e traz consigo um lirismo muito explorado por Romero em suas baladas, encaminhando o ouvinte ao ponto máximo da emoção. “Ambas as versões me representam, mas tem obras que ficam mais viscerais quando você as coloca em um contexto mais limpo, de voz e violão, foi exatamente o que aconteceu”, afirmou.

 

 

Para a participação, Romero buscou uma voz marcante para somar no resultado final. “Conheço o trabalho dela faz tempo, e sabia que esse convite chegaria em uma hora especial. Ela trouxe uma densidade à letra, junto com um olhar muito particular”, contou, explicando que a canção retrata um casal tendo a sua última discussão, com todos os sentimentos à flor-da-pele. Segundo ele, Duda entrou de cabeça na proposta e o resultado foi emocionante.

 

Para Duda Brack, a versão acústica é uma forma de se conectar mais diretamente com os fãs. “Acho que o trabalho do Romero tem uma proposta estética de sonoridade, assim como o meu. Ao longo da quarentena fui desenvolvendo muita coisa de voz e violão, por conta das lives, e ele veio trazendo a ideia nesse mesmo sentimento de conexão mais fluida. A gente super se conectou nesse lugar”, explicou a artista.

Selecta Club no Instagram