Os melhores filmes nacionais de Marcelo Coutinho

Os melhores filmes nacionais de Marcelo Coutinho

 Hoje é o Dia do Cinema Nacional. E não poderia haver data melhor que essa para perguntarmos ao jovem cineasta paraibano Marcelo Coutinho quais filmes são, para ele, os 3 melhores do cinema nacional. Confira a seguir as 3 escolhas de Marcelo Coutinho e suas melhores cenas!

Assalto ao Trem Pagador, de Roberto Farias

Ele é de 62 e tem uma montagem incrível, com um ritmo bastante contemporâneo (me impressiona desde antes de virar montador). Os assaltantes são organizados mas também inocentes. Melhor cena: Tião medonho matando Frilo Peru.

Bandido da Luz Vermelha, de Rogério Sganzerla

Verborragia que funcione está em crise. Por isso o segundo é Rogério Sganzerla e seu marginal bandido da luz vermelha, de 1968, com aquela teoria de terceiro mundo e sua "mortandela" convivendo harmoniosamente na pele dum bandido chulo, através de especulações torpes nas ondas radiofônicas. Agora o bandido está em todo lugar e é inatingível. Melhor cena: o bandido comendo a omelete que pediu pra vítima preparar.

O Invasor, de Beto Brant

Por último e não menos importante, O Invasor de Beto Brant. Esse mais contemporâneo, lançado em 2001, é um tapa que a periferia dá na sociedade. A marginalidade se misturando e se confundindo com a high society. E vice versa. Melhor cena: Anísio chega à construtora e bota banca no lugar.