29 outubro

Macuca das Artes 2019 se consolida como um dos grandes festivais de Pernambuco

Macuca das Artes 2019 se consolida como um dos grandes festivais de Pernambuco

Música, cinema, artes plásticas, cultura popular marcaram o retorno da Macuca ao mundo dos festivais. Após vários eventos de destaque, o Macuca das Artes movimentou Pernambuco durante o último fim de semana (dias 25 e 26/10) no Sítio Macuca, zona rural de Correntes, a 256,2km de Recife e 47,6km de Garanhuns. Ave Sangria, Gabi da Pele Preta, Reverbo, Chico César, Luedji Luna e Arnaldo Antunes foram alguns dos nomes que agitaram as noites do festival que é considerado o “Woodstock do Agreste Pernambucano”.

 

 

Com curadoria de Irandhir Santos, a Mostra Macuca das Artes Cinema exibiu filmes para os visitantes e moradores da região. Entre os destaques da mostra: “Bacurau”, de Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles. “Recife Frio” (Kleber Mendonça) e “Mens Sana in Corpore Sano” (Juliano Dornelles) também foram exibidos na programação.

 

Certificada como Ponto de Cultura e contemplado nacionalmente pelo Prêmio Culturas Populares, do Ministério da Cultura, a Macuca busca o beneficiamento sociocultural da região, através do fortalecimento da economia com empregos diretos e indiretos, do intercâmbio cultural e da promoção de atividades culturais gratuitas.

 

Sob o céu estrelado, luz de candeeiro e ausência de luz elétrica, o Macuca das Artes é uma verdadeira imersão para quem busca contato com a arte, a música e a natureza. Foram cerca de 2 mil pessoas por dia de Festival.

 

Além de uma aconchegante área de camping, piscina de água corrente e uma estrutura de banheiros que inclui opção de banho quente, o Festival também dispõe de restaurantes onde foram servidos café da manhã, almoço, jantar, petiscos e lanches, incluindo opções veganas, vegetarianas e sem glúten.


Selecta Club no Instagram