Conrad Murray é culpado pela morte de Michael Jackson

Conrad Murray  é culpado pela morte de Michael Jackson

O julgamento do médico cardiologista Conrad Murray, 58 anos, terminou ontem. Ele foi declarado culpado pela morte do ídolo Michael Jackson. A condenação foi por homicídio culposo, sem a intenção de matar, por ter agido com negligência ao medicar o cantor em casa com Propofol, após outros sedativos não terem surtido efeito. Logo que saiu a decisão judicial Conrad foi algemado e preso, isso bastou para que os fãs de MJ protestassem em frente a corte de Los Angeles, chamando Dr. Murray de "Dr. Murder" (Dr. Assassino).