22 setembro

Chanel: nome quase proibido

Chanel: nome quase proibido

Coco Chanel foi um ícone de estilo. Daí que hoje em dia tudo o que lembra um pouco a estilista a gente costuma chamar de "Chanel", não é verdade? Colares com medalhinhas, camélia na lapela do blazer, casaqueto sem gola e com manga 3/4… Daí que o que poderia ser considerado uma homenagem, tem dado dor de cabeça pros advogados da Maison. Em um comunicado oficial via o WWD, eles mandaram o seguinte recado:

“Para editores de moda, jornalistas, copywriters e outros bem intencionados porém equivocados usuários do nome Chanel: Coco Chanel foi uma designer, mulher extraordinária que deixou uma contribuição sem fim para a moda. Chanel é elegância moderna em couture, ready-to-wear, acessórios e joias, e é a nossa marca registrada para fragrâncias, cosméticos e outras coisas. Por mais que nosso estilo seja determinante, um terninho não é um terninho Chanel a não ser que seja nosso. E, mesmo lisonjeados, pedimos que NÃO USEM os termos “Chanel-ed”, Chanels e Chanel-ized”. Nossos advogados os odeiam. Nós levamos a nossa marca a sério.”

Ou seja… Muito cuidado ao citar o nome "Chanel" por aí!

Selecta Club no Instagram