A infinitude dos temperos do amor

A infinitude dos temperos do amor

Engane-se quem acredita já ter provado todos os gostos e os desgostos do amor. Cada vez que duas pessoas (ou três, ou mais, vamos respeitar o poliamor) se encontram, há uma mistura singular de sabores, experiências, cheiros, uma mala carregada de descargas psíquicas dos relacionamentos anteriores. ​Nós vamos acumulando tudo que foi vivenciado, momentos incríveis e as frustrações, e decidimos como vamos seguir diante dos próximos amores. Os mais covardes evitam relações densas e se aventuram pelo submundo das paixões rasas, beijos sem amor, sexo vulgarizado e conversas superficiais. O amor não pode virar medo!!! ​Eu espero que vocês joguem no meu time. Apesar de tantos desencontros, decepções e mágoas, prefiramos arriscar, de peito aberto, alma livre, sem máscaras e com aquela vontade de viver amores arrebatadores. Que nós compensemos a falta de amor do mundo com toda a nossa intensidade e crença em arroubos acalorados. Que nunca nos conformemos diante da infelicidade! Não sou boa em matemática, mas se fosse fazer um cálculo, as probabilidades de nos depararmos com pessoas incríveis são infinitas.
​Aceito a dor de cotovelo, o luto afetivo é essencial, o pranto no banheiro, a vontade de não acordar (muitas vezes ouvi Chico Buarque gritando ao meu ouvido : “Não adianta dormir, a dor não passa”), a repetição da trilha sonora do amor fracassado, vários porres, a ressaca… Isso é um ciclo, ele se repetirá até o momento do “grand finale”.
​É fundamental derraparmos para aprendermos a viver amores mais maduros, mas nada nos impede de no meio do caminho vivermos lindas e loucas paixões irresponsáveis. Os términos são devastadores, há silêncios que agridem como punhal, telefones que não tocam, mensagens que não chegam…Guel Arraes tem uma frase que eu adoro: “Os amores desgraçados ao menos costumam render belas histórias”. Precisamos entender a arte de partir, apesar de deixarmos um pouco de nós com o outro e (in)felizmente trazermos uma parte dele, compreendamos, mesmo assim permanecemos INTEIROS!
Não confio em gente que segura lágrimas, as minhas já foram derramadas nos lugares mais improváveis e inadequados: no trabalho, no supermercado, na fila do banco, no meio de uma prova, elevadores, e quando questionada, afinal, as pessoas se comovem, eu respondia sem nenhuma vergonha, “meu coração está doendo.”
Nunca considerei lágrimas como uma fraqueza, ao contrário, li em algum lugar a sua definição perfeita: “é um grito líquido”. ​Juntamos os cacos, fazemos os remendos e surgimos mais fortes. É a magia da catarse. Então, vamos comigo? Sigamos desprotegidos, por fim, amar é pra quem tem coragem de viver! Eu sou a dona da minha história, até aceito que ela seja escrita a quatro mãos, mas eu serei sempre a protagonista, e vocês?

 

 
*“Crônicas da Bruna Breck” é um espaço no blog onde Bruna Breckenfield fala de relacionamentos, política e situações corriqueiras que muitas vezes são tratadas com tabu, como sexo e traição, mas sempre de forma suave e sem agressões. Acompanhem aqui!

3 destinos românticos para conhecer

3 destinos românticos para conhecer
A histórica Paraty, no Rio de Janeiro (Foto: Reprodução)

Viajar é bom demais e viajar com quem você amar é melhor ainda. Seja para passar a lua de mel, passar férias ou selar a união, alguns lugares proporcionam ótimos momentos aos casais apaixonados. Se liga nessas 3 dicas:

 

 

Paraty – Rio de Janeiro
Para quem quer um pouco de história e praia, Paraty pode ser a melhor alternativa. Composta por um centro histórico, praias exuberantes e vendas de artesanatos, não faltarão lugares bonitos para o casal visitar. O passeio de escuna também é uma ótima opção para colocar no roteiro, pois será uma chance de conhecer as ilhas que estão em volta da cidade.

 

 

IlhaBela – São Paulo
Localizada no litoral norte, a 130 km de São Paulo, pode ser considerada a ilha com uma das paisagens mais bonitas do Brasil. O acesso é por meio de balsas e tem uma extensão de 36 km de praias – a maior ilha do litoral brasileiro. O lugar oferece muitas opções de bares e restaurantes aconchegantes à beira mar e longas trilhas que acabam em maravilhosas praias paradisíacas.

 

 

Jericoacoara – Ceará
Jericoacoara é preservada pelo Ibama e fica a 320 km da capital Fortaleza. Considerada uma das mais bonitas do mundo, além do mar azul e calmo, o local oferece muitas opções de pousadas e restaurantes excelentes. Uma boa opção é conhecer as lagoas, onde os visitantes podem deitar em uma rede quase submersa pela água transparente e aproveitar os momentos junto.

 

(via)

Dia de Pittsburg

Dia de Pittsburg

Toda quarta-feira você tem um motivo a mais para passar no Pittsburg, hein?! É dia de Quarta do Risoto e lá você encontra uma seleção especial do prato por aquele precinho camarada. Não vai perder!

App da semana: Flipboard

App da semana: Flipboard

O aplicativo da semana é uma revista pessoal que contém tudo que está sendo compartilhado na internet de acordo com os temas selecionadas por você. É só escolher alguns tópicos que te interessam e Flipboard se enche com as notícias, informações de redes sociais e os sites que você gosta. É muito prático para você acompanhar os seus temas e sites favoritos!

Cura Ressaca

Cura Ressaca

Pensando em quem abusou um pouco (ou muito) do álcool neste carnaval, separamos essa receita de suco detox para te ajudar a curar a ressaca e dar início oficial ao ano. Anota aí!

 

 

Ingredientes

½ maçã
3 cm de gengibre fresco ralado
1 punhado de couve
½ cenoura
1 colher (sopa) rasa de linhaça dourada
½ limão sem casca ou 1 laranja picada
1 copo (250 ml) de água gelada ou água de coco ou chá verde

 
Modo de preparo

Bata todos os ingredientes no liquidificador e beba em seguida, sem coar.

Destino PB

Destino PB
A beleza das Piscinas Naturais do Seixas (Foto: Hélvio Romero/Estadão)

Viajar até o Caribe nunca foi tão fácil! Localizada na Praia do Seixas, as Piscinas Naturais são formadas por bancos de corais que ficam visíveis apenas quando a maré está baixa. A água morninha e cristalina, repleta de peixes coloridos, é chamada de caribe brasileiro e não é à toa. Com temperatura de aproximadamente 23°, é um convite irrecusável ao relaxamento. Convida os amigos e vai conhecer este paraíso paraibano!

Tendência para os homens

Tendência para os homens

A modelagem chino é um corte estilo alfaiataria, mas são produzidas com tecido de algodão. A bermuda ou calça chino possui uma silhueta mais larga, mais caída, que não marca muito o corpo e é bem confortável. O modelo é uma boa opção para os dias mais quentes, em função de seu tecido leve e pode substituir o tradicional jeans. Pode ser usada em looks casuais e mais formais, ela dá um toque mais sério ao visual, mas pode ser usada com tênis, alpargata e com a barra dobrada sem perder a elegância.

 

 

#DicadoBesouro
Aposte na composição Sport Fino: calça chino com a barra Dobrada, blazer e camisa. Se encaixa em qualquer ambiente!

Desejo da semana

Desejo da semana

Lasquinhas de banana fritas passadas no açúcar de especiarias, acompanhadas de sorvete de creme com calda de chocolate que chega quentinha na sua mesa. Está com água na boca? Nós também! Essa é a Bananassa da Cervejaria Devassa. Larga tudo e corre para lá! Av. Professora Maria Sales, em Tambaú.

Utilidade Pública

Utilidade Pública

As chuvas de verão começaram em João Pessoa e esse período molhado é o preferido do aedes aegypti. O mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya não precisa de uma poça d’água, pois em apenas uma gotinha ele deposita seus ovos. Após as chuvas, verifique tudo o que pode acumular água ao redor da residência. Se o mosquito pode matar, ele não deve nascer. Ainda tem dúvidas? Ligue para 0800 2827959 ou 3214-5718. #FicaDica!

#MusicMonday: Duda Brack

#MusicMonday: Duda Brack
Duda por Flora Pimentel

Duda Brack tem 22 anos, nasceu em Porto Alegre e iniciou seus estudos e vivências musicais na capital – onde integrou o grupo vocal “Expresso Vinte e Cinco” e participou da ópera “As sete caras da verdade”, de Nico Nicolaiewsky. Em 2014 Duda Brack trabalhou na construção de seu primeiro álbum, intitulado “É”. No disco a artista recompõe oito canções inéditas de compositores contemporâneos, como Dani Black, Carlos Posada, César Lacerda e Caio Prado. Com produção musical de Bruno Giorgi (Lenine, Cícero, Baleia / Grammy Nominee), o trabalho sustenta a tradição da canção, mas subverte o modo como esta é explorada, através de arranjos extremamente originais assinados pela cantora e sua banda – Gabriel Ventura (guitarra), Barbosa (bateria) e Yuri Pimentel (baixo). “É” flerta com o rock sem renegar o signo de brasilidade inerente à sua essência; mixa suas referências e constrói uma nova linguagem musical híbrida, forte e singular. Durante o ano de 2015, Brack trabalhou no lançamento de “É” – que estreou digitalmente em abril e ganhou versão física em junho. Desde então, a cantora tem sido apontada como a grande voz a emergir na cena contemporânea, e tanto o álbum quanto o show tem sido aclamados pela crítica especializada e pelo público. Com seu canto visceral, Duda Brack mostrou atitude, dando passo decisivo em sua carreira ao apresentar um disco tenso, urgente, experimental. A artista e o álbum integraram as listas que apontam os melhores trabalhos do ano nos principais veículos da imprensa e Duda foi indicada ao Prêmio Quem na categoria Melhor Cantora de 2015, ao lado de nomes como Gal Costa, Bethânia e Elza Soares.